- A informação que gera opinião!

Servidores e entidades ligadas à Alesc promovem campanha solidária

A iniciativa arrecada recursos financeiros para apoio a famílias carentes atingidas pelos efeitos da crise econômica provocada pela pandemia de Covid-19.

Por Redação

21 de junho de 2021

às 10:40

Compartilhe

 O Sindicato dos Servidores da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Sindalesc) e a Associação dos Servidores (Afalesc) promovem, até o dia 25 de junho, a segunda edição da campanha solidária “Juntos somos mais fortes”.

 As doações podem ser feitas através de PIX ou depósito bancário. A proposta das entidades é dobrar o valor doado pelos servidores, deputados e simpatizantes da causa; ou seja, para cada R$ 1 recebido o Sindalesc e a Afalesc doarão o dobro do valor.  A iniciativa também conta com o apoio da Associação dos Servidores Aposentados da Alesc (Afipolesc).

 Em 2020, a campanha “Juntos somos mais fortes” arrecadou cerca de R$ 70 mil que foram revertidos em cestas básicas, itens de higiene e equipamentos de proteção individual (EPI) doados a comunidades carentes.

 As entidades que receberão as arrecadações em 2021 serão a Associação de Amigos da Criança e do Adolescente do Morro do Mocotó (ACAM); Comunidade do Norte da Ilha; Associação Pró-Brejaru; Associação Loteamento Los Angeles – Creche Monte Moriat; Mãos que Acolhem e Partilham; Centro Santa Dulce dos Pobres – Vila Aparecida; e Associação de Arte, Cultura e Esporte Vivendo e Aprendendo. Os recursos poderão ser utilizados para compra de remédios, gás, fraldas ou cestas básicas, conforme definição das instituições.

 Fonte: ALESC

Últimas notícias

Ao todo, 963 unidades escolares, de um total de 1.064, passaram por melhorias.
Alto risco ronda pacientes das Unidades Básicas de Saúde Vila Mariana e Centro/Palmital. Aviso foi divulgado em nome da secretária de Saúde, Rozi Terezinha de Souza. Mensagem tenta amenizar a gravidade da situação ao informar que locais de atendimento estão “temporariamente sem médicos”. Como se tal circunstância não fosse um absurdo inadmissível. O anúncio nem sequer diz quando novos profissionais assumirão as vagas. Apenas sustenta que Rozi “já” tomou providência. Mas, diante de tamanha ameaça, o portal Alto Vale Agora troca o “já” de Rozi por um “POR QUE” dirigido à secretária. Leia e entenda...
Esses projetos receberão os recursos em até quatro parcelas.