- A informação que gera opinião!

Site do Observatório da Violência contra Mulher será lançado nesta terça (31)

Deputada Luciane Carminatti lidera os trabalhos de implantação do OVM/SC.

Por Redação

31 de agosto de 2021

às 12:40

Compartilhe

 Nesta terça-feira (31), às 17 horas, será lançado o site do Observatório da Violência contra a Mulher de Santa Catarina (OVM/SC). A apresentação será virtual e reunirá as instituições integrantes do observatório, com transmissão ao vivo pela TV AL e canal da Alesc no Youtube.

 A ferramenta fornecerá dados para a construção de indicadores que permitirão o monitoramento, a avaliação e a elaboração de políticas e ações de prevenção e enfrentamento à violência contra as mulheres. “É mais uma importante etapa para alcançarmos nosso objetivo de tirar do papel a lei 16.620/15”, anuncia a deputada Luciane Carminatti (PT).

 Além de dados como o número de feminicídios e de medidas protetivas, o site trará ainda informações sobre a rede de enfrentamento, legislação e publicações relacionadas ao tema. Também fornecerá acesso direto aos canais de atendimento às mulheres em situação de violência.

 Principal ferramenta do Sistema Integrado de Informações de Violência Contra a Mulher previsto na Lei 16.620/15, a plataforma está estruturada em seis eixos: acolhimento, segurança, educação, saúde, trabalho e desenvolvimento.

 “Passamos a ter um importante e inédito mecanismo de avaliação e controle dos compromissos assumidos pelo governo do Estado para a implementação da Lei Maria da Penha. O site também vai assegurar transparência às informações produzidas pela rede pública de serviços voltada ao enfrentamento da violência contra a mulher. Os resultados devem ser ações em rede para garantir autonomia às mulheres em situação de violência e a ampliação de seus direitos”, destaca Luciane, parlamentar que lidera os trabalhos de implantação do OVM/SC.

 A ação integra o Agosto Lilás e marca, ainda, um avanço na implementação do Pacto Estadual Maria da Penha em Santa Catarina.

Sobre o Observatório

 O OVM/SC está sediado na Assembleia Legislativa de Santa Catarina, com equipe e espaço próprios, no piso térreo do Palácio Barriga Verde. Foi instituído em março deste ano por um termo de cooperação técnica entre Alesc, governo do Estado (Secretarias de Estado da Segurança Pública, Desenvolvimento Social, Saúde e Educação), Tribunal de Justiça, Ministério Público, Ministério Público de Contas, Defensoria Pública, OAB/SC, IEG/UFSC e Conselho Estadual dos Direitos da Mulher. E diante da importância de atuação e diálogo com os municípios catarinenses, conta também com apoio da Fecam.

 Com a ativação do site do OVM-SC, Santa Catarina passa a ter um sistema de monitoramento, registro e análise de dados interssetoriais relacionados à violência contra mulheres e meninas, necessário para embasar a proposição de políticas públicas de enfrentamento.

 Fonte: ALESC

Últimas notícias

Ao todo, 963 unidades escolares, de um total de 1.064, passaram por melhorias.
Alto risco ronda pacientes das Unidades Básicas de Saúde Vila Mariana e Centro/Palmital. Aviso foi divulgado em nome da secretária de Saúde, Rozi Terezinha de Souza. Mensagem tenta amenizar a gravidade da situação ao informar que locais de atendimento estão “temporariamente sem médicos”. Como se tal circunstância não fosse um absurdo inadmissível. O anúncio nem sequer diz quando novos profissionais assumirão as vagas. Apenas sustenta que Rozi “já” tomou providência. Mas, diante de tamanha ameaça, o portal Alto Vale Agora troca o “já” de Rozi por um “POR QUE” dirigido à secretária. Leia e entenda...
Esses projetos receberão os recursos em até quatro parcelas.