- A informação que gera opinião!

Aprovada lista de deputados para integrar a Comissão Representativa no recesso

Recesso parlamentar depende de aprovação do projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias.

Por Redação

15 de julho de 2021

às 10:00

Compartilhe
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

 A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (14) a lista de deputados que irão compor a Comissão Representativa do Congresso Nacional durante o recesso parlamentar, de 18 a 31 de julho.

 O grupo de parlamentares atua em situações emergenciais durante o recesso e pode ser convocado, se for necessário.

 Confira os deputados integrantes:

 – Cacá Leão (PP-BA)

 – Coronel Chrisóstomo (PSL-RO)

 – Soraya Manato (PSL-ES)

 – Francisco Jr. (PSD-GO)

 – Hildo Rocha (MDB-MA)

 – Hugo Motta (Republicanos-PB)

 – José Mario Schreiner (DEM-GO)

 – Bibo Nunes (PSL-RS)

 – Nivaldo Albuquerque (PTB-AL)

 – Rodrigo de Castro (PSDB-MG)

 – Wellington Roberto (PL-PB)

 – Dr. Zacharias Calil (DEM-GO)

 – Eduardo Cury (PSDB-SP)

 – General Peternelli (PSL-SP)

 – Fernando Monteiro (PP-PE)

 – Joaquim Passarinho (PSD-PA)

 – Julio Cesar Ribeiro (Republicanos-DF)

 – Luiz Carlos Motta (PL-SP)

 – Valtenir Pereira (MDB-MT)

 – Paulo Bengtson (PTB-PA)

 – Eduardo Bismarck (PDT-CE)

 – José Nelto (Pode-GO)

 – Fred Costa (Patriota-MG)

 – Roman (Patriota-PR)

 – Diego Garcia (Pode-PR)

 – Wolney Queiroz (PDT-PE)

 – Bira do Pindaré (PSB-MA)

 – Talíria Petrone (Psol-RJ)

 – Fernanda Melchionna (Psol-RS)

 – Bohn Gass (PT-RS)

 – Camilo Capiberibe (PSB-AP)

 – Paulo Pimenta (PT-RS)

 – Vinicius Poit (Novo-SP)

 – Lucas Gonzalez (Novo-MG)

 Fonte: Agência Câmara de Notícias

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Últimas notícias

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, falou à comissão temporária da covid-19, atendendo a requerimento apresentado pela senadora Kátia Abreu (PP-TO)
O presidente da Comissão de Agricultura e Política Rural é o deputado José Milton Scheffer (PP).
O presidente do Senado salientou a importância de não se abandonar os preceitos de responsabilidade fiscal.