- A informação que gera opinião!

Confúcio pede mais ações concretas em apoio à educação e menos discursos

O senador Confúcio Moura (MDB-RO) lembrou que tem colocado integralmente recursos de emendas parlamentares na área de ciência e tecnologia para as escolas.

Por Redação

15 de setembro de 2021

às 12:00

Compartilhe
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

 Em pronunciamento, nesta terça-feira (14), o senador Confúcio Moura (MDB-RO) destacou a importância de ações concretas em apoio à educação, não bastando discursos dizendo que ela é uma prioridade. Nesse sentido, ele afirmou que além de proposições legislativas, os parlamentares dispõem das emendas individuais e das emendas de bancada, lembrando que tem colocado integralmente esses recursos na área de ciência e tecnologia para as escolas e também na área de obras inacabadas em creches.

 O parlamentar disse que, assim que chegou ao Senado, preparou uma equipe do seu gabinete para conversar com os Prefeitos, colocando-se à disposição no chamado Pacto pela Educação Básica, pela alfabetização na idade certa. Essa equipe tem visitado mais de 20 prefeituras continuamente.

 Uma das preocupações, segundo o senador, é a preparação dos alunos para o Enem, para o Ideb. Igualmente tem sido feito um esforço na colocação de antenas Gsat, em parceria com a Telebras, muito baratas, em escolas e unidades básicas de saúde no interior, nas áreas ribeirinhas, em comunidades indígenas, em áreas distantes, isoladas.

 — É uma internet de altíssima qualidade via satélite que nós colocamos. A Telebras faz toda a montagem, num espaço muito curto e eficiente, e ali pode também, com um pequeno equipamento, ampliar para algumas casas no entorno dessas unidades.

 Fonte: Agência Senado

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Últimas notícias

Órgão suspeita que esteja ocorrendo uma compensação de reajustes entre planos individuais e coletivos de uma mesma operadora.
Os JUBs 2021 serão realizados em Brasília, no mês que vem.
O senador Esperidião Amin (PP-SC) apresentou projeto que altera o Código de Processo Penal, para dispor sobre o processo e o julgamento de crimes contra magistrados e membros do Ministério Público.