- A informação que gera opinião!

Lira reafirma aos parlamentos do G-20 o compromisso da Câmara com pauta ambiental

Para ele, o Brasil tem condições de conciliar o desenvolvimento econômico e o respeito à biodiversidade.

Por Redação

8 de outubro de 2021

às 09:20

Compartilhe
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

 O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), reafirmou o compromisso dos deputados com a agenda ambiental. Lira participou da Cúpula de Presidentes dos Parlamentos do G-20, em Roma (Itália), nesta quinta-feira (7). A secretária de Relações Internacionais da Câmara, deputada Soraya Santos (PL-RJ), também participou do evento. Segundo Lira, à medida em que a vacinação avança do mundo, é preciso pensar na retomada econômica e no cumprimento dos compromissos ambientais.

 “Nenhum país conhece melhor o valor de conciliar esses dois objetivos que o Brasil. Somos conhecidos por ser uma das grandes economias emergentes do mundo, e também por abrigar algumas das paisagens naturais mais exuberantes do planeta. Queremos que essas continuem a ser nossas qualidades de destaque”, afirmou Lira.

 Segundo ele, os empresários brasileiros têm consciência de que a intensificação das mudanças climáticas só traria prejuízos ao desenvolvimento econômico do País. Para ele, o Brasil tem condições de conciliar o desenvolvimento econômico e o respeito à biodiversidade. O presidente lembrou que a Câmara, mesmo aprovando projetos de combate à pandemia, tem buscado votar propostas em defesa da sustentabilidade.

 “A Câmara também vem buscando aprimorar a matriz energética brasileira. Está em deliberação e deve ser aprovado ainda este ano projeto que regulará o mercado brasileiro de créditos de carbono. Além disso, já foi aprovado, e agora está sob exame do Senado brasileiro, um projeto que regula e incentiva a instalação de pequenas centrais geradoras de energia a partir de fontes limpas e renováveis”, explicou Lira.

 Por fim, Lira destacou que as metas ambientais que o mundo se propõe só serão alcançadas se forem implementadas com foco nas pessoas, apoiando sua adaptação à nova economia, criando empregos verdes e ampliando as oportunidades para todos.

 “O Brasil quer apoiar e ser apoiado pela comunidade internacional na construção de um futuro melhor para esta e para as próximas gerações. A pandemia mostrou que desafios globais só podem ser superados pela cooperação de todos, sem deixar ninguém para trás”, disse o presidente.

 Fonte: Agência Câmara de Notícias

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Últimas notícias

Críticos consideram mecanismo autoritário, atentado à vacinação não obrigatória e risco à disseminação do vírus, além de criar ‘cidadãos de segunda classe’. No entanto, maioria dos prefeitos ouvidos na região defende ideia, apesar de ainda não haver planos para decretar medida. Outra parte dos gestores alerta que ação fere direitos, além de ameaçar liberdades. E, ao passaporte sanitário, eles dizem: “não”.
As críticas foram expostas na sessão de quarta-feira (13) da Assembleia Legislativa.
Caroline de Toni comandará os trabalhos do colegiado.