- A informação que gera opinião!

Prefeito ganhou salário de R$ 54,8 mil em dezembro passado no Alto Vale

José Thomé (PSD) deverá acumular R$ 2,5 milhões com seus vencimentos na prefeitura até final de 2024, ano que marcará término do segundo mandato do gestor público municipal de Rio do Sul (SC).

Por Redação

28 de janeiro de 2022

às 06:00

Compartilhe

O salário bruto do prefeito de Rio do Sul (SC), José Eduardo Rothbarth Thomé (PSD), atingiu a marca de R$ 54.831,17, em dezembro de 2021, com o pagamento da segunda parcela do 13º. O valor ultrapassou até mesmo o vencimento farto do final do ano anterior: R$ 53.710,26.

O montante equivale a 45 salários mínimos, hoje em R$ 1.212.

Ou seja, para juntar todo esse dinheiro que o prefeito da “Capital do Alto Vale” ganhou em apenas 30 dias, um trabalhador assalariado tem que suar a camisa durante 3 anos e 9 meses.

Líquido, Thomé embolsou R$ 30.769,14 no último mês do ano passado, conforme dados do Portal da Transparência. Seco, o valor do subsídio que aparece na folha de pagamento é de R$ 26.855,13.

Ressalte-se: é tudo legal, aprovado pela Câmara de Vereadores.

Cargo milionário

Estima-se que até 2024, quando termina seu segundo mandado, o prefeito acumulará fortuna de R$ 2,5 milhões com os vencimentos pagos durante o exercício do cargo.

Dono de um dos mais altos salários pagos pelos contribuintes a prefeitos no Brasil, o chefe do Poder Executivo de Rio do Sul (SC) ganha até mais do que muitos prefeitos de capitais brasileiras.

O município, no interior de Santa Catarina, está localizado a 200 km de Florianópolis, a capital do estado.

Silêncio

Em reportagem anterior sobre o supersalário do prefeito José Thomé, o portal Alto Vale perguntou: “Como o sr. recebe as críticas ao valor do seu salário, que está entre os mais altos do Brasil, incluindo os vencimentos pagos a prefeitos de capitais?”

Nenhum jornalista da assessoria de imprensa da prefeitura respondeu a demanda.

“PREFEITO MILI”: José Thomé acumulará fortuna de R$ 2,5 milhões com salário até final do 2º mandato

Fonte: Redação

Últimas notícias

Eder Ceola pede “instauração de Inquérito Civil Administrativo” contra Rozi Terezinha de Souza para apurar pagamentos totais de R$ 1,2 milhão a médico credenciado pela prefeitura.
Campeã da gastança na atual legislatura, vereadora “Solange dos Doces” (PP) já vampirou, sozinha, R$ 71 mil dos cofres públicos; mas comilança de dinheiro dos contribuintes já infectou todo o legislativo municipal, maior devorador de recursos entre todas as Câmaras do Alto Vale.
Enquanto aponta o dedo para falha dos outros, José Thomé esqueceu de fazer suas próprias lições de casa em Rio do Sul (SC). Adivinha quem paga pelo descaso e pelas lambanças dos políticos na última cheia...