- A informação que gera opinião!

Projeto que prevê pagamento de pedágio com cartões vai a plenário

De acordo com o PL, a concessionária administradora poderá determinar quais guichês atenderão a presente lei, e deverão ser instaladas placas de sinalização para orientação dos motoristas.

Por Ney Bueno

29 de junho de 2021

às 14:20

Compartilhe
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

 A Comissão de Transportes e Desenvolvimento Urbano aprovou, por unanimidade, na tarde desta segunda-feira (28), o parecer favorável da deputada Luciane Carminatti (PT) ao PL 25/2019, de autoria do deputado Rodrigo Minotto (PDT), que dispõe sobre o pagamento da tarifa de pedágio por meio de cartão de débito ou de crédito. A proposição segue agora para apreciação em plenário.

 De acordo com a proposta, o objetivo é criar oportunidade aos motoristas que trafegam nas rodovias e são pegos desprevenidos, sem dinheiro em espécie para o pagamento da tarifa nas praças de pedágio, estabelecendo um novo mecanismo nos guichês dos pedágios. “Essa proposta dá praticidade no cotidiano dos catarinenses e dos que aqui transitam”, explica Minotto na justificativa.

 De acordo com o PL, a concessionária administradora poderá determinar quais guichês atenderão a presente lei, e deverão ser instaladas placas de sinalização para orientação dos motoristas. “As concessionárias também ficam proibidas de cobrarem valores diferentes entre as modalidades de pagamentos. A recusa, neste sentido, daria o direito ao passe livre”, acrescenta o parlamentar.

 O deputado salienta ainda que o pagamento por meio de cartão garante a segurança daqueles que trabalham nas praças de pedágio, uma vez que diminui a circulação de dinheiro em espécie no local. “Também devemos levar em consideração que, dependendo do trajeto no estado de Santa Catarina, os valores dos pedágios podem chegar a somas consideráveis.”

 Fonte: ALESC

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Últimas notícias

Texto do acordo está em análise na Câmara dos Deputados.
Senador Plinio Valério quer os cidadãos participando cada vez mais das decisões do Senado.
Omar Aziz é presidente e Renan Calheiros, relator da CPI da Pandemia.