- A informação que gera opinião!

Transição ecológica inclusiva no Brasil é tema de webinário internacional

Conferência foi pedida por Jaques Wagner, presidente da CMA, e integra Campanha Junho Verde do Senado.

Por Redação

29 de junho de 2021

às 11:40

Compartilhe

 Estratégias para transição ecológica justa e inclusiva no Brasil são o próximo tema a ser debatido no webinário internacional que integra o calendário de eventos da Campanha Junho Verde 2021 no Senado. O debate será nesta quarta-feira (30), na Comissão de Meio Ambiente (CMA).

 Requerido pelo senador Jaques Wagner (PT-BA), o evento busca trazer lideranças mundiais e representantes oficiais de governos para compartilhar informações sobre seus programas para uma transição ecológica justa, que leve em consideração três pilares: inovação, proteção à biodiversidade e inclusão social. O objetivo é difundir a ideia na sociedade brasileira e entre as lideranças políticas.

 Na justificativa para a realização do webinário, Wagner explica que o conceito de transição ecológica justa remete especificamente a executar as mudanças na matriz econômica de baixo carbono de maneira que inclua grupos populacionais historicamente marginalizados e socialmente vulneráveis.

 “Diante de um cenário austero que vivemos no Brasil, com recorde de desemprego com o índice 14,7%, somado aos aproximadamente 5 milhões de brasileiros em desalento (que não procuram mais emprego) e a volta do país ao mapa da fome, com 19 milhões de pessoas impactadas pela alta dos preços e falta de renda  que passaram fome em 2020, a transição para uma economia de baixo carbono precisa ser inclusiva no país”, diz ele no requerimento.

 Fonte: Agência Senado

Últimas notícias

Foi um ‘tiro no pé’. Ao barrar os vereadores, líderes da ADAS colhem tempestade de críticas não apenas por desabonar autoridades públicas, mas também devido à suposta fome de lucros e por descaracterizar a verdadeira essência de um dos eventos mais tradicionais de Salete (SC).
Eder ‘pediu a cabeça’ de Rozi em sessão da Câmara de Vereadores de Taió (SC). Pivô da discórdia é médico credenciado que já faturou quase R$ 1,4 milhão no município. Veja!
As trocas durante a janela partidária deverão alterar a composição das bancadas na Câmara dos Deputados.