- A informação que gera opinião!

Projeto cria o Dia Nacional da Saúde Única

A destruição do meio ambiente afeta diretamente a saúde de todos os seres vivos e é causa de pandemias, lembra o senador Flávio Arns (Podemos-PR), autor da proposta.

Por Redação

6 de agosto de 2021

às 14:00

Compartilhe
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

 Aguarda votação no Senado o projeto de lei que cria o Dia Nacional da Saúde Única. O PL 1.837/2021, do senador Flávio Arns (Podemos-PR), define que essa data será celebrada no dia 3 de novembro.

 O autor afirma que a data servirá para a conscientização da sociedade “para a relação indissociável entre as saúdes animal, humana e ambiental”. De acordo com Arns, a Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) estima que 60% de todos os patógenos que afetam os humanos são zoonoses, ou seja, doenças infectocontagiosas que podem ser transmitidas dos animais para os seres humanos.

 “Muitas doenças podem ser melhor prevenidas e combatidas por meio da atuação integrada entre a Medicina Veterinária, a Medicina Humana e outros profissionais de saúde. A Saúde Única é uma abordagem que considera como humanos e animais interagem ecologicamente em um ambiente, onde qualquer alteração nestas relações provocará desequilíbrios e, consequentemente, a propagação de doenças”, afirma Arns na justificação do projeto.

 Para o senador, essa abordagem da saúde é multidisciplinar e pode ajudar a humanidade em ameaças futuras, como novas pandemias.

 Fonte: Agência Senado

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Últimas notícias

O relator, senador Jorginho Mello, reforça o entendimento, em seu relatório, de que que a legislação brasileira é omissa em relação à proibição de apostas de brasileiros em sítios eletrônicos no exterior.
Deputados Bruno Souza e Jessé Lopes foram os proponentes da Audiência Pública.
Projeto que institui Dia Catarinense da Abelha também foi sancionado e transformado em lei.